Sussurros

Nem pia o vento,

Tamanho é o silêncio que está lá fora,

Tamanho é o vazio que está aqui dentro.

Nem pia o vento.

Por quê?

Por que partir e deixar sempre uma metade?

Metade de ti em mim,

Metade de nós no quintal, na sala, na casa, no mundo.

Se for pra ir, por que não ir completo?

Se for pra ir, por que não ir pra sempre?

Em meu peito o eco,

A lágrima batendo na poça de saudade

Que ficou em mim,

No pretérito imperfeito que eu gostaria de ter mudado,

Nos retratos, nas músicas, nos perfumes.

Em meu peito o eco.

Tamanho é o silêncio que está lá fora,

Tamanho é o vazio que está aqui dentro,

Nem pia o vento.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s