E se eu fechar os olhos?

Cansei.

Estou entregue a minha fadiga extrema,

Que imprime em minha pele rugas e sinceridade.

Não sei quem sou quando me deito,

Quando acordo estou presa no pesadelo da realidade.

Cansei de ser torturada pelo não querer dos outros,

Pela psicopatia exagerada do bem querer dos fracos,

Não quero nada, nada além de tudo que eu sempre prometi para mim.

Enfim,

Parece que chegou a hora de fechar os olhos e só abrir no mundo dos cegos,

Que eu sei que é lá que reina a paz,

A paz vazia e silenciosa daqueles que fingem não ver nada,

Porque melhor viver no nada, do que no escuro de tudo o que a vida se tornou,

Esse estranho infinito.

Anúncios

2 Comments Add yours

  1. Ana Carolina diz:

    Nunca li uma poesia que descreveu tão bem o meu momento agora.
    Achei por acaso, fuçando na internet… surpreendente.
    Parabéns…
    Ana Carolina

    1. Obrigada Ana Caroline, fico feliz por ter te tocado. Espero que volte outras vezes pra me visitar. 😉

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s