Belas, Boas e Benditas

“Entonces”,

Se tem uma coisa que me deixa feliz é ler um bom texto, com um conteúdo passível de discussão longa, desses que dá pra passar horas discutindo o assunto com alguém bacana. Hoje eu li um texto desse “tipo” aí, o problema é que faltou o “alguém bacana” de corpo presente, mas pra não deixar o assunto do “tipo” interessante morrer em alguma gavetinha do cérebro, achei que seria legal postar sobre ele aqui no blog e, quem sabe, alguém possa estar aí do outro lado agora lendo esse texto e também refletindo sobre o assunto (quem sabe com alguém “tipo bem bacaninha” do lado pra trocar ideia!?). Ah, o assunto: A BELEZA DAS MULHERES!

Estava eu conectada na rede mundial de computadores, lendo algumas coisas aleatórias, quando fui até a página do Xico Sá no site do Folha de São Paulo, o último texto dele Sem imperfeição não há tesão (<< clic pra ler), me fez parar pra pensar em um montão de coisas que já me afligiram como mulher e, tenho certeza que também perturbam muitas outras por esse mundão de pessoas normais (ou quase isso). O texto é curtinho, mas intenso, e vale muito a leitura, e só o título já bastou para eu ter vontade de dar um beijo na boca do Xico Sá (de verdade isso viu cara)! O que parte de uma homenagem ao grande Vinícius de Moraes, acaba tornando-se uma espécie de conforto às mulheres reais, sim, você leu R E A I S. Tudo bem que a sociedade mudou, que a mulher hoje tem mais tempo pra pensar em si mesma, que pode cuidar do corpo e blá blá blá, eu, SINCERAMENTE, estou feliz por isso. Mas, e se eu quiser me permitir ser natural?

Eu nunca fui mulher padrão de beleza e preciso confessar que na adolescência isso me incomodava bastante. O mais doido dessa história de padronização, é que desde que eu me conheço por gente os tipos de mulher ideal mudaram umas 157 vezes pelo menos e, em nenhuma delas o eleito foi o meu biotipo! A sensação que dá é a de que tem algum sacana querendo ferrar com a sua auto-estima o tempo todo. Quanto você fica feliz porque FINALMENTE peito grande é uma coisa bonita, ele tira seu tapete dizendo: coxa grossa não dá mais pra ter (ou vice-versa)! Como se fosse assim fácil. Como se fosse só você ir pro bisturi se “consertar” toda vez que o padrão de beleza for renovado. NÃO, né!?

Caras, eu tô velha. Tão velha que não tenho mais vontade de falar o meu ano de nascimento pra qualquer um. Só que o mais estranho é que eu nunca me senti tão bem comigo mesma e tão confiante como me sinto hoje. Eu gosto se ser EU! Sem fazer demagogia, acho que essa é a grande questão da vida: você gostar de ser você.

De uns tempos pra cá comecei a perder o medo da “barriguinha”, das rugas, do cabelo branco… Porque eu percebi que independente de tudo existe o conhecimento, a bagagem na “cachola”, a “queridisse”. Fora que é biologicamente impossível você ficar linda pra todo o sempre the end. Quando a gente percebe que precisa aceitar ser uma pessoa real e que não precisa ser padrão de nada, tudo fica bem melhor. Claro que eu não sou contra você malhar, colocar silicone, fazer dieta ou qualquer coisa que faça você feliz, mas se isso for porque V O C Ê acredita nisso, não porque a TV, a revista de moda ou o seu cirurgião plástico tenha convencido você disso. Quando eu comecei a me olhar no espelho e encontrar o que eu tinha de melhor, me pareceu que as pessoas também mudaram o olhar delas sobre mim, ou talvez eu é quem não percebia que aqui existe uma mulher “bem boa”.

E você mulher (vale pros “minos” também), já se olhou no espelho hoje? E enxergou o quê?

P.S.: Para ilustrar isso tudo que está sendo discutido aqui tente, sem preconceitos, perceber a beleza na imagem capturada por Oliviero Toscani:

Photo: Oliviero Toscani
Photo: Oliviero Toscani

 

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s