Na Era de Marte

Há tempos não escrevo, não rimo, não me entrego. Acho que foi desde o dia em que eu percebi o quão sozinha estou no meu pequeno “espaço de existir”. Não sei mais o que dizer quando alguém me liga, quando alguém pergunta, se alguém se importa. Não sei mais se existe alguém.

Tenho sentido falta de sentir falta.

Tenho procurado chorar algumas noites antes de dormir. Choro fingindo que as lágrimas possuem donos ou motivos, ou destinos. Mas não, elas não os têm. Finjo bem, sofro bem, quebro as barreiras dessa inexistência de sentimentos que o corpo tem sofrido. Durmo calma, como se eu fosse qualquer um, vítima de um mundo cruel, de seres egoístas e opressores, cretinos. Durmo bem. Porque já não me importo mais.

Na verdade o que eu queria era poder dizer aos colaboradores dessa grande farsa que: “eu não tô nem aí pra vocês”; sinceramente não me importo com o rumo que suas vidas irão tomar, em que porto vocês vão aportar quando chegar a hora, quantos barcos vão virar, quantos de vocês vão se afogar na própria arrogância…

Vocês já não são parte de mim, há tempos.

E quando eu caminhava pelas ruas escuras, enquanto eu deslizava pelas calçadas úmidas, não pensava em absolutamente nada. Não, eu não pensava em você, nem em você, ou em qualquer outra pessoa que possa estar aí acreditando que fez tanta diferença com suas indiferenças. Não, eu nunca pensei.

Enquanto eu caminhava pelas ruas escuras e deslizava pelas calçadas úmidas eu olhava para os andares mais altos, e via janelas abertas, iluminadas. Observava as nuvens e contava estrelas. Tentava imaginar quantas pessoas percebiam lá de cima que alguém existia ali embaixo.

Mas na maioria das vezes eu apenas caminhava.

Andar se tornou então o grande sentido de existir. Andar por outras estradas, por outros traços, em paralelo. Andar e se afastar do espaço comum, dos comuns.

Você percebeu qual foi o momento em que me afastei?

Nem eu. Só percebi quando parei de escrever. Daí era tarde.

Porque eu já estava em Marte.

06175618221179

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s