Eu ainda queria que você soubesse

Todas as coisas fora do lugar, coração na boca, boca nos olhos, estômago na garganta. Tudo é bagunça desde você. Enquanto isso eu peço uma Clementina no bar que só a gente entende o porquê de ser o melhor lugar dessa cidade morna, e tento dizer pra aquela amiga que eu não vejo há tempos…

Cartas anônimas não datadas

Maio Não te reconheço mais, teus olhos resolutos neste instante não me dizem o que outrora diziam, tua boca pragmática agora não reflete tuas convicções. Definitivamente tu não existes como em outros tempos e me pergunto por mil vezes em que parte do caminho eu te permiti desarvorar. Sequer compreendo o quanto estimo ou não…

Corsaletti, o não poeta

Não era mesmo um curso livre de poesia, de repente nem um curso era, até aí tudo bem. Corsaletti despeja um apanhado histórico sobre a crônica, “não, ele não é um poeta” é o que meu pensamento propaga em ondas invisíveis caixa craniana a fora. Às vezes ele parece uma criança falando dos cronistas, outras…

Eu queria que você soubesse

Você sempre me diz: “qualquer um se apaixonaria por você”. Mas eu queria que você soubesse: qualquer um se apaixonaria por qualquer um que ocasionalmente sente ao seu lado no banco da praça e puxe uma conversa inesperada sobre o tempo. E seria difícil não sucumbir a paixão diante de qualquer um que fosse sensível…

Insustentáveis Certezas

Há pouco fumei meu cigarro de dez minutos, enquanto meus olhos tentavam decifrar o tremor desenfreado do meu corpo quente. Eu queria não precisar pensar em nada, mas nos último tempos minha mente tem traçado um paralelo mórbido entre as verdades e mentiras que tenho contado pra mim mesma, o que torna impossível que meu…

Partidas

Eu não sou um personagem! Presta atenção quando eu te digo isso, quando eu me esforço pra me fazer entender, quando meus olhos se inflamam antes de serem apagados por essa película densa e brilhante que eu luto para não ver transformada em lágrimas. Todas as verdades que você acha que sabe sobre mim são…

Minha Maria

Mãe, aqui da janela dá para sentir o calor do teu sorriso e lá da calçada se vê o tamanho do orgulho que sinto de ti. Ser tua filha nunca foi fácil mãe. Conviver com o tamanho da tua bondade e do teu amor desmedido que estrangulava, algumas vezes, o bom senso da família. Preciso…

Me Conte uma Verdade

De repente todas as pessoas se tornaram altas demais. Cada gigante da Terra vivendo em seu próprio pé de feijão, com suas próprias riquezas, tristezas e crendices. Todos altos demais para olhar para baixo, para olhar para frente, para ver o outro. E o mundo deixou de ser de todos. Bilhões de caixas empilhadas e lacradas,…

A Gente Ri, Se Ela Chora

Quinze minutos no meio da tarde cinza. Esse um quarto de hora é o que eu preciso pra tentar colocar o coração pra pulsar outra vez. Porque de repente tudo parou aqui dentro, o corpo ficou trêmulo e os olhos marejaram. Não, eu não sei dissimular. Se eu respirar profundamente e devagar, tentando entre o expirar…

Cigarettes

É só um dia como outro qualquer. Carros, buzinas, luzes, pessoas, janelas, Luz Maria e seu cigarro mentolado. Mais uma noite cabalística na vida dessa criaturinha estranha, ritualizadora de tudo: dos seus passos nos lances da escada imunda, seu molho de chaves atirado no móvel antigo da sala, o casaco lançado sobre a cama e seu…